quinta-feira, 3 de maio de 2012

Bas Jan Ader e a inevitabilidade da queda!




Bas Jan Ader (1942-1975) é um dos artistas holandeses que estarão na 30a Bienal de SP.

Através de performances, fotografia e video, Ader fez da queda (do seu próprio corpo e de objetos) uma pesquisa extensiva dos limites impostos ao corpo, como a gravidade, por exemplo. Filho de um ministro cristão, que foi morto pelos nazistas por esconder judeus, quando o artista tinha apenas dois anos, Ader viveu a arte até o fim. Em sua última performance, intitulada "Em Busca do Milagroso", tentou atravessar o atlântico sozinho num barco pequeno. Após dez meses sem contato, o barco foi encontrado parcialmente submerso , o corpo de Ader, porém, nunca foi encontrado.

Neste belo site é possível ver alguns videos de suas performances. Já na homepage vemos o mais conhecido: “I`m Too Sad to Tell You” onde o próprio artista chora diante da câmera, num ato tão simples, singelo e humano, como cair ou naufragar.

http://www.basjanader.com/

Um comentário:

José Junior disse...

poxa, muito legal. gostaria muito de ir a bienal.